Cremação de Ossada, crenças e religiões

Cremação de Ossada, crenças e religiões

Enquanto a religião Abraâmica proíbe os processos de sepultamento e cremação, as religiões orientais como o hinduísmo e também o budismo aderiram a cremação há muitos anos. Uma das citações de Bhagavad Gita dizia: “Assim como roupas velhas são jogados fora e novas são compradas, a alma deixa o corpo após a morte para ser tirada dele novamente.”

Assim, o corpo não é considerado sagrado, já que a alma o deixou; por isso, a cremação de ossada é considerada algo antiético por estas religiões orientais. No Sikhismo, o enterro não é proibido, embora o uso da cremação é a escolha preferida por várias razões culturais, não mais por motivos religiosos.

A tradição Hindu prefere a destruição total do corpo através do fogo em vez de um sepultamento qualquer. Ela afirma que o fogo é uma forma de induzir o sentimento de desapego do espírito que foi recém-encarnado. Esse desapego irá incentiva-los para passar pelo “novo mundo”, este novo mundo é o destino final de todos os mortos. Isso se faz explicar os funerais de pessoas santas, crianças e jovens. Crianças cujo espírito não viveu tempo suficiente para desenvolver laços com o mundo exterior.

exumação

Catolicismo, apoio a Cremação

 

Exumação e enterro de homens santos

Os homens santos são enterrados em posição de lótus e não na horizontal, como em outras religiões. A cremação é referida como a última condição.

Exumação e cremação no cristianismo

A exumação e a cremação é comúm em países cuja religião é o cristianismo. No Brasil, por exemplo, a exumação acontece todos os anos e em diferentes lugares. Com pessoas simples e até mesmo famosas. Normalmente a exumação acontece para averiguar causas de morte, da parte da justiça. Ou meso, para mudar o corpo de algum lugar. Este processo de transferência do corpo, ou do que resta dele, chama-se exumação. Em países cristãos, a cremação a cremação está sendo bastante usada. Principalmente pelo fator econômico, onde se torna mais barato realizar uma cremação ao invés de um sepultamento. Mas a parte em que convém a igreja está desanimada.

cremação

Cremação de Corpos, uma homenagem a seu ente mais querido.

A cremação resultou em várias ideias: primeiro, que o corpo humano é uma parte que recebe todo tipo de sacramento e deve ser considerado um objeto raro e sagrado. Segundo, que o ser humano deve ser “eliminado” em um sepultamento digno de práticas honrosas e reverentes. Muitos que optavam por cremação eram vistos, e ainda são, como pagãos. Terceiro fator, como o sepultamento era uma forma de “imitação” do sepultamento de Jesus Cristo, o corpo de qualquer cristão precisa ser enterrado. Quarto Fator é que constitui uma negação a ressurreição do corpo.

A cremação nunca foi proibida principalmente com a sociedade que há hoje. Uma capacidade populacional muito grande, onde não há mais espaços para uma pessoa ser enterrada dignamente. Então antes de você por seu ente em uma gaveta em um cemitério, opte por fazer a cremação deste corpo. A exumação também tem uma parte fundamental na evolução da cremação pelo mundo. Muitas pessoas fazem a exumação da ossada de seu ente para fazer a cremação do mesmo e isto está se tornando cada vez mais comum.

 

Cremação, proibida ou não entre as diversas igrejas

A cremação nunca foi proibida. Mesmo na Europa durante o período medieval a cremação era praticada em situações onde havia centena de corpos mortos e eram cremados todos juntos. Durante o fim de uma batalha, ou por causa de alguma praga que matava as pessoas.

exumação de corpos

Tim Maia, famoso cantor teve seu corpo exumado no ano de 2012 para retirada de material genético

O Sepultamento não era proibido, até estava declarado em lei. Porém isso era realizado em funerais mais importantes, normalmente a Cremação era a mais usada.

No começo da idade média e até tempos depois, após os racionalistas do século XVIII começaram a chamar a cremação novamente de um ato anticristo, ou anti-ressureição. Embora os movimentos que podem ser chamados de anti-cremação não terem dado muito certo e não chamarem muita atenção ganharam algumas teorias teológicas sobre a cremação.

 

Igreja Católica sobre a Cremação

A Igreja Católica que já era contra a cremação ganhou alguns adeptos, contra as pessoas que eram inimigas declaradas a Deus e a Igreja Católica. Atualmente, a igreja católica prefere que o corpo seja enterrado em um funeral fúnebre, porém não há perseguição alguma contra quem opta pela cremação, ou a exumação de corpos para cremação.

Até o ano de 1997, os regulamentos litúrgicos católicos sobre a cremação, não falavam nada sobre cerimônias, orações e família presente. Hoje em dia há muitas regrinhas durante uma cremação, pertences, documentos legalizados etc… Além de que a oração pode ser feita e a família pode acompanhar o processo em um local reservado para elas. Após os documentos serem aprovados o corpo da pessoa poderá ser cremado sem problemas. Ainda o serviço religioso poderá ajudar mutuamente no crematório ou no enterro das cinzas em si.

As normas atuais permitem missa litúrgica com urna para cinzas presente, mas a permissão do bispo local é necessária. A Igreja mantém os requisitos específicos para a disposição reverente de cinzas; Estas disposições geralmente são depositadas em urnas (em vez de mantê-los na casa da família, embora em alguns lares católicos a prática é normalmente realizada). Cemitérios católicos hoje em dia aceitam restos cremados.

exumação

Freddie Mercury filho de um Zoroastro, teve seu corpo cremado.

A Igreja Protestante era mais consistente com o uso de cremação, isso muito tempo antes da Igreja Católica. O primeiro crematório em países protestantes foi construído em 1870 e outro no ano de 1908. Após as cremações as cinzas eram dispersas em jardins.
Além disso, alguns ramos do cristianismo mantém sua oposição às práticas de cremação, incluindo uma minoria da parte protestante.

Mais notável é a proibição que mantém a Igreja Cristã Ortodoxa. Quando a cremação é escolhida voluntariamente, pois ninguém espera morrer para optar a cremação, a pessoa tem o direito de um funeral digno na igreja e existe a opção de excluir as orações e demais itens em um culto cristão.

 

Exumação e cremação no Judaísmo

O Judaísmo tradicionalmente desaprovou a cremação, desde o início dos tempos. Da mesma forma as práticas de embalsamento e exumação. Durante os séculos XIX e início do século XX, como os cemitérios judaicos em muitas cidades europeias tinha atingido o seu limite de população nos cemitérios, a cremação foi aceito como forma de sepultamento entre os judeus liberais.

Os judeus ortodoxos têm mantido uma linha mais rígida sobre cremação. A grande maioria reprova completamente a cremação, por ser insulto ao seu Deus. Há também a memória do Holocausto, onde milhares e milhões de judeus foram assassinados pelos nazistas e seus corpos foram destruídos por incineração em fornos e em gigantes crematórios. A partir daí a reprovação da cremação foi completa.

cremação

Crematório Vila Alpina, primeiro crematório do Brasil e ativo a vários anos.

 

Exumação e cremação na religião Mórmon

Desde a sua organização, em 1830, a Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias através de padres e bispos pediram a seus seguidores para oferecerem seus corpos a um sepultamento e não a cremação. Deixar a natureza cuidar da destruição de seus corpos e não de um monte de chamas. Uma famosa fraze diz:

Da poeira tu foste criado e em pó tu tornarás – (Gn 3:19)

O famoso Spencer W. Kimball escreveu: “O significado da morte ainda não mudou, ele solta um espírito de desenvolvimento e coloca o seu corpo novamente a mãe terra.” Eventualmente as famílias optam por enterrar seus entes direto à terra. Cada membro se junta a mãe terra, cada unha e cada fio de cabelo. Tudo voltará de onde veio em perfeita harmonia.

 

Exumação e cremação no Zoroastrismo

Uma boa parte dos adeptos a ele, proíbem totalmente que a cremação seja simbolizada como algo sagrado. O enterro, ou funeral, também é desconhecido. Usam o método tradicional de expor o corpo aos animais e a urubus. No entanto algumas figuras importantes para a história optaram pela cremação. Algumas delas como:

  • Freddie Mercury, líder do Queen (grupo de rock britânico). Era filho de um Zoroastro, teve seu corpo cremado.
  • Rajiv Gandhi foi cremado em cima de uma pilha de lenhas, onde ele também era um Parsi.

 

Exumação e cremação com o Neopaganismo

De acordo com interpretações feministas de vários registros arqueológicos, o ato da cremação é uma característica de religiões mais patriarcas, onde a fumaça simbólica é levantada aos céus. Enquanto as religiões matriarcas favorecem mais o sepultamento do corpo, ou a exumação, do que a cremação. Onde acreditam que a terra simboliza o útero.

 

Religiões e instituições que permitem a cremação:

  • Adventistas
  • Asatru
  • Budismo
  • Christian Science
  • Cientologia
  • Quakers (Sociedade de Amigos)
  • Exército da Salvação
  • Hare Krishnas (Sociedade Internacional para a Consciência de Krishna)
  • Hinduísmo (com exceção do sannyasis, eunucos e crianças menores de 5 anos)
  • Igreja de Gales
  • Igreja da Irlanda
  • Igreja Episcopal Escocesa
  • Morávia Igreja
  • Igreja Unida do Canadá
  • Luteranismo
  • Metodismo
  • Sikhismo
  • Testiguismo
  • Unitário Universalismo
  • Jainismo

 

Religiões e instituições que proíbem a cremação:

  • Islã (fortemente proibida)
  • Zoroastrismo (fortemente proibida)
  • Neo-Confucionismo